sábado, 28 de novembro de 2009

Encontro da Juventude da Palmeirinha


Acompanhe um pouco de como foi o ato:



Dionathan, o Diohn, representando a UGES e a UPES no evento, bem como o Movimento arrastasdo toda a massa


Galera Apresentando as Propostas




Moradores com o Presidente do DCE MORFO e o Presidente da comissão Pró-UGES DIONATHAN



Foto geral dos Participantes




Grande evento que mexeu com os jovens daquela localidade, e juntamente com o movimento estudantil, reafirmou a necessidade de haver um enorme fortalecimento no grêmio estudantil do Colégio Estadual da Palmeirinha e uma das primeiras bandeiras da UGES será a reconstrução deste e de todos os gremios, bem como a criação de Núcleos da UGES nos principais colégios

Confira as fotos e o vídeo com a nossa participação no evento que contou com a presença de mais de 100 jovens.

Saudações estudantis.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

COMEB da UGES

Ontem realizamos o Conselho Municipal de Entidades de base, contando com a participação de muitos gremios e comissões pro gremio da cidade e juntos reativamos esta importante entidade que assumirá as lutas secundaristas nesta cidade, para mais informações entre em contato com secundagorpa@hotmail.com 91489428 ou aguarde as novas

Saudações estudantis












Olha o momento em que tudo ressurgiu como uma Fenix, das cinzas da tiranis, rumo a uma nova sociedade:

video

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

49º CONUPES e a participação da galera!!!

UGES
Um pouco do que o trabalho forte, união , responsabilidade e luta da Comissão Pro UGES, UPES e UBES podem proporcionar

Galera das Outras delegações



Grande Manifesto pelo Pre-sal nas ruas de Curitiba


Alguns dos nossos rostos
Em breve Mais...
Saudações estudantis!








sexta-feira, 20 de novembro de 2009

De malas prontas rumo ao CONUPES e 38ºCONUBES!!!

Arrastando Toda a Massa Para as Mudanças do Brasil
!!!

Esta não é só massa de manobras mas a massa da construção do futuro e de um Brasil Melhor











Que venha o CONUBES!!!
Movimento Arrastando Toda a Massa Guarapuava PR
Comissão Pró UGES
UJS


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

"Enquanto isso em CarliCity..."

Depois de muita especulação e de jogadas de marketing, enfim se ouvem rumores na cidade que, ao contrario do que todo mundo pensava, o candidato apoiado pelo nosso Dono da cidade, ou melhor, Prefeito será seu filho mais novo Bernardo, e não Jauri Gomes como muitos pensavam depois de propagandas eleitorais progressistas.

O interessante na manchete é, enquanto todos esquecem de Carli Filho e de seu infeliz erro, mais um erro e talvez ainda maior ocorra, mais um chefão inexperiente no poder, esta é a politica Guarapuavana

Saudações estudantis

domingo, 25 de outubro de 2009

Olha mais uma peripécia de um dito "presidenciavel..."

No governo Serra, estudantes têm que pagar por uniforme e prova



Qui, 22/10/09 18h02
"Estava na secretaria, conversando com a vice-diretora, quando uma outra funcionária disse: "ela está com uniforme pirata" e acabei levando uma advertência". Quem faz o relato é Camila Carolina Bonfim, estudante da EE São Paulo, que é uma escola pública tida como referência na rede paulista. Detalhe: a escola cobra R$ 20 pela camiseta e R$ 50 pela calça.A medida exótica não vale apenas para uniformes, mas também para as provas. Para ter o xerox do exame e não precisar copiar as questões da lousa, com papel trazido de casa, cada aluno paga R$ 2.Por óbvio, as práticas são contra a lei, já que trata-se de colégio da rede pública e gratuita, custeada pelos impostos pagos pela população. Além de ilegal, as cobranças trazem constrangimentos aos alunos. "Se quer uniforme barato, que vá estudar perto da sua casa", foi a resposta ouvida por Camila ao justificar que confeccionou a peça por conta própria por ser mais barata que as "oficiais". Os alunos que se recusam a pagar a "taxa" da prova têm ainda o números de suas matrículas escritos no quadro negro.Pega no contrapé, a direção da escola afirma que a prática foi suspensa e diz que o recurso das provas era repassado à Associação de Pais e Mestres e o dos uniformes, diretamente ao consumidor.Para Arthur Herculano, presidente da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (UPES), "a medida é um absurdo contra os estudantes e que mostra o total descontrole da secretaria de educação com as escolas da rede pública estadual". "Mais uma vez o estado de São Paulo protagoniza um vexame nacional. A dupla José Serra/Paulo Renato estão arruinando o ensino público estadual", completa Arthur. É o jeito tucano de governar que não para de surpreender - ou melhor, de escandalizar -, principalmente na área educacional.

De São Paulo,
Fernando Borgonovi

domingo, 18 de outubro de 2009

Convite dos nossos camaradas da PJ de Guarapuava

No dia 25/10 vamos celebrar o dia Nacional da Juventude. Este ano, o tema do evento é "Contra o extermínio da Juventude, na luta pela vida" e o lema "Juventude em Marcha contra a Violência". Este é um dia de reflexão, diante da triste situação da juventude, principal vítima da violência, mas também é um dia de festa, onde celebramos a beleza de ser jovem, a alegria de estar aqui, fazendo o mundo novo. Aqui em Guarapuava, iremos celebrar a partir das 8h, em frente a Catedral Nossa Senhora de Belém, onde seguiremos em passeata pela paz, rumo ao Sesi. Lá haverá uma missa e logo depois apresentaçoes diversas, palestras e sorteio de brindes. Participe conosco! Vamos dizer não à violência! Vamos dizer sim à vida, sim a liberdade, sim ao amor! "Felizes são os jovens que ousam sonhar pois verão seus sonhos se realizarem" (Dom Helder Camara)

Convidamos a todos nossos leitores a participarem da marcha da juventude contra a violencia no dia 25, domingo em frente a praça 9 de Dezembro para lutarmos contra a violencia, participa!

Saudações Estudantis

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Feliz dia do Professor

Quando pensamos em estudantes logo lembramos dos nossos caros professores

Neste momento nós do mov etudantil agradecemos a todas as vezes m que os professores incentivaram as nossas lutas, cederam minutos de suas aula, permitiram mobilizações em colegios.

Uma pena que alguns deste professores não se interessam pelas melhorias na educaão e pela luta estudantil, e então ficamos bastate chateados, como no fato que ocorreu na ultima terça dia 13 de outubro, onde a equipe pedagógica e a direção do Colegio Estadual Cristo Rei proibiu a entrada e a comunicação dos dirigentes da Comissão pro-UGES com os estudantes daquele estabelecimento na Mobilização para o 38º CONUBES sem razões plausíveis.

Mas a Mobilização e a eleição dos delegados está ocorrendo, mesmo fora das dependencias do colégio, um colégio público, propriedade do povo, tomara que uma homenagem como esta aos professores acabe mudando a mentalidade destes que coibiram os estudantes e voltem atrás e deixem esta festa da democracia, a eleição dos delegados ao CONUBES ocorrer normalmente

Em nome de todos os estudanes de Guarapuava a Comissão Pró-UGES diz um FELIZ DIADO PROFESSOR a todos estes profissionais que se dedicam para que todos nos tornemos cidadãos

Saudações estudantis

...

sábado, 3 de outubro de 2009

E começam as mobilizações pro congresso da UPES e da UBES

Fala galera , já começaram as tiragens de delegados ao 38º CONUBES, dentro dos próximos dias as movimentações estarão aí no seu colégio, na sala de aula.

Um congresso para mostrar por que o movimento estudantil existe, para revolucionar a educação e por mais investimentos:50% dos recursos do Pré-sal para a educação

Vamos Arrastar toda a massa!!!

Saudações estudantis...

...

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Vergonha nacional

Kassab corta refeição em creches
Depois de cortar 20% da verba destinada à varrição pública, a gestão Gilberto Kassab (DEM) coloca em prática uma nova redução de gastos, desta vez na alimentação das crianças matriculadas em creches administradas pelo município. Secretário de Educação alega que motivo não é economizar. Ubes critica medida.

A redução ocorre porque a prefeitura decidiu eliminar, a partir de segunda-feira, uma das cinco refeições do cardápio diário das crianças. O argumento é que o tempo de permanência das crianças nas creches diminuiu de 12 horas para 10 horas e foi preciso readequar o cardápio. O horário de funcionamento das creches foi reduzido em janeiro e, segundo a assessoria de imprensa da secretaria de educação da prefeitura de São Paulo, por demanda dos próprios professores da rede municipal. Outra alegação é a de que a maioria das crianças não permanecia o tempo integral (12h) nas creches. Entretanto, a assessoria não soube dizer porque não adotar medida intermediária, como a contratação de um número maior de profissionais para atender as 12h, implementando uma justa redução da jornada destes professores. Com a mudança, de acordo com o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, o gasto médio mensal da prefeitura com alimentação nas creches será 20% menor, caindo de R$ 2,85 milhões para R$ 2,28 milhões. Entretanto, o secretário afirmou que a intenção não é economizar. "O gasto mensal com merenda é de R$ 36 milhões, incluindo todas as escolas. A mudança no cardápio das creches vai representar menos de R$ 600 mil de economia." Na contramão do BrasilO presidente União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), Ismael Cardoso, critica a medida: “São Paulo vai na contramão do Brasil. Enquanto o país aumenta os recursos para investimento em Educação, o município de São Paulo promove cortes. Enquanto a marcha em outras cidades é para diminuir o número de creches em situação de parcerias público-privadas, tornando-as cada vez mais públicas, a prefeitura de São Paulo prioriza milionárias verbas publicitárias e corta gastos na educação. É estranho cortar alimentação das crianças. O prefeito deve uma explicação”.A justifica apresentada pelo secretário de educação é a de que a mudança foi feita com o respaldo de nutricionistas e não haverá prejuízo nutricional para as crianças. Até janeiro deste ano as creches funcionavam por 12h e o intervalo entre as cinco refeições que eram oferecidas era de 2h40. Como o período de atendimento das creches foi reduzido para 10h diárias, a eliminação de uma das cinco refeições mudará para 2h50 o intervalo entre as refeições das crianças. A assessoria de imprensa da secretaria de educação afirmou que a manutenção da dieta equilibrada das crianças dependia da redução de uma refeição durante as 10h em que elas ficam nas creches, mas não soube explicar por que, então, tal medida não foi implementada juntamente com a redução do período de permanência das crianças nestes institutos (que ocorreu em janeiro).Sem café ou sem janta?Schneider disse que algumas unidades ficarão sem o café da manhã, e outras, sem o jantar. "Nas creches que funcionam das 7h às 17h haverá café da manhã, mas não terá jantar. E as que funcionam das 8h às 18h darão jantar, mas não darão café da manhã." Neste contexto, o caso mais dramático é o corte do jantar, afinal, segundo a nutricionista Pérola Ribeiro, crianças de famílias mais carentes teriam problemas, pois fariam lanche à tarde e só comeriam novamente no dia seguinte, na creche. Indagada a respeito de crianças nesta situação, a assessoria de imprensa da secretaria de educação disse que não há estatísticas quanto ao número de famílias que viveriam tal drama e lembrou que a responsabilidade sobre a criança é da família, o Estado apenas oferece um serviço complementar e que garante conteúdo educacional para estimular o desenvolvimento da criança.O corte de uma refeição pegou de surpresa os pais. No Centro de Educação Infantil Parque Novo Mundo, na Vila Maria (zona norte de SP), eles receberam um formulário com duas opções: escolher se o filho ficará sem café da manhã ou sem jantar. O papel não podia ser levado para casa e tinha de ser respondido no local. Conceição dos Santos Umbelino, 23, que tem uma filha de dois anos na creche, discorda do corte. "Não acredito que a prefeitura quer economizar com alimentação", disse. "Se elas vêm de longe, não dá para cortar o café da manhã das 7h30 e dar algo para comer só às 9h. É um intervalo muito grande para crianças que, muitas vezes, saíram de casa antes das 6h", afirma a professora de pediatria da Faculdade de Medicina do ABC, Denise de Oliveira Schoeps. "Isso poderia causar vários danos ao desenvolvimento físico", afirma. Além disso, diz ela, os cardápios precisam ser balanceados, para evitar ingestão de calorias em excesso. Creches conveniadas (PPPs)O corte não atinge creches conveniadas --mantidas por organizações sociais. Segundo a prefeitura, elas já vinham oferecendo às crianças o cardápio com quatro refeições. Cerca de 60 mil crianças terão uma refeição a menos. Elas ficam nas 360 creches diretas e 301 indiretas --cujo espaço é cedido pela prefeitura, mas a administração é feita por entidades filantrópicas. A cidade possui ainda 651 creches conveniadas. Ao todo, as creches atendem a 120.499 crianças. Kassab e Serra – uma relação profícuaOs comentários de leitores que acompanharam a notícia pela Folha Online também demonstram revolta com a medida e atribuem a decisão a uma política do DEM e do PSDB. Após falar sobre a relação do prefeito Gilberto Kassab com o governador José Serra, o leitor Alessandro Correia tascou: “Acho que ele [Serra] pretende terceirizar a União também, terminando de passar o Banco do Brasil, Petrobrás entre outros. Deveríamos ter esses políticos terceirizados, assim se não cumprissem com seu dever ou fossem pegos em algum escândalo poderíamos manda-los embora e contratar outro. Pensem nisso no plenário.”

E ainda querem a presidencia da republica...

domingo, 13 de setembro de 2009

CEEG E CONFERENCIA LIVRE DE EDUCAÇAO DA UPES


A União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES) convocou para dia 20/09 o seu Conselho Estadual de Entidades Gerais (CEEG), que reúne entidades municipais de todo estado. A atividade marcada para o nosso terreno terá suas resoluções de educação sendo encaminhadas de forma propositivas a CONAE – Conferência Nacional de Educação – que acontece em Abril de 2010 em Brasília.As UMES que foram credenciadas ao 12º Coneg da UBES, realizado no último final de semana no Rio de Janeiro-RJ, estão automaticamente pré-credenciadas para o CEEG da UPES, aqueles que quiserem participar, devem encaminhar sua inscrição para o seguinte endereço: upesparana@hotmail.com, até o dia 13/09 (domingo). As documentações que posteriormente deveram ser enviadas para a sede, são: ata de fundação e posse; comprovante de atividades; na ausência deste, uma cópia do estatuto para que se conte o prazo de um ano da gestão; além da ata que indica o (a) delegado (a) e seus três suplentes.OBS.: as entidades que foram ao Rio, só precisam enviar a ata de indicação;Então é isto, vamos todos nos mobilizar para este importante fórum do movimento estudantil paranaense que convocará o próximo Congresso da UPES.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Galera hoje é o grande dia

Depois de problemas na realização do nosso encontro de grêmios por diversas razões, dentre elas a Influenza A e a suspensão das aulas, HOJE AS 19 H NA UNICENTRO será realizado o Encontro de Grêmios da Comissão Pró-UGES.


Um grande momento para debate das propostas, aglomeração de ideias e ideais que a UGES terá em relação a intercâmbio e relação direta com todos os grêmios, estudantes e Escolas.


A Caravana da UGES que vai rodar escolas, a Mobilização para o congresso, e o agito nas ruas pelo Passe Estudantil


Vamos a Luta camaradas, que vamos vencer


Como diziam alguns falsos políticos, mas nós falamos na real,


JUNTOS SOMOS FORTES


E mais:


A UGES SOMOS NÓS, NOSSA FORÇA E NOSSA VOZ!!!!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Olha só essa

Brasil
25 de Agosto de 2009 - 18h19
Marcio Pochmann defende jornada de 12 horas semanais
Enquanto nesta terça (25) pela manhã, na Câmara dos Deputados, trabalhadores e empresários não se coadunavam em torno da proposta de redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais, o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicadas (Ipea), Marcio Pochmann, surpreendia uma pequena plateia de professores e estudantes no Campus da Universidade de Brasília (UnB) com a seguinte afirmação: “Não há mais razão para se trabalhar mais do que 12 horas por semana.”
O economista participou do seminário da Comissão UnB 50 anos de Brasília que debateu o tema “Como será o trabalho no século XXI?”. Ele, que prevê uma jornada de quatro e apenas três dias por semana, diz que as condições para isso já estão colocadas.Pochamann explicou que há o chamado excedente imaterial gerado pelo trabalho intelectual. “As pessoas não trabalham oito horas por dia, elas trabalham 24 horas, porque estão plugadas o tempo todo, gerando conhecimento que está sendo absorvido pelas empresas”, diz um trecho da palestra divulgada em matéria da Agência UnB.Com o contingente maior de pessoas produzindo num ambiente de trabalho onde o setor de serviço é hegemônico - no Brasil 70% dos postos de trabalho já estão no setor contra um índice de 90% no mundo -, a redução da jornada passa a ser uma realidade.O presidente do Ipea só alerta para o fato de que o trabalhador ainda não põe na sua conta o excedente imaterial, isto é, as horas em que permanece na empresa pensando como melhorar o serviço. Como isso ainda não é medido, a empresa se apropria.Segundo Pochamann, no campo educacional, a situação também terá que ser diferente. “A escola será para a vida toda, e vai ensinar para a vida, não para o trabalho (...) Temos que abandonar a escola utilitarista”, destacou Pochamann.Pensamento utópico Segundo a Agência UnB, Pochmann reconhece que essas propostas talvez representem um sonho utópico, que nunca se realizará. “Mas destaca que tudo isso são decisões políticas, que dependem da vontade da sociedade organizada para acontecer. E lembra que o Brasil, infelizmente, está no caminho contrário.”“Estamos cada vez mais ignorantes. De cada dez jovens com 18 a 24 anos de idade, apenas um está estudando”, diz Pochmann, criticando a ida cedo ao mercado de trabalho por causa da falta de condições da família em manter os jovens na escola.Pelos cálculos do economista, existem estudante com jornada de 16 horas, isso levando em conta as oito horas no emprego, quatro na faculdade e quatro para o deslocamento. “É uma jornada de trabalho igual a dos operários do século XIX. Como é que alguém vai ter tempo de ainda abrir um livro? Estudar e trabalhar não combina.”De Brasília,Iram Alfaia com informações da Agência UnB

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

ENCONTRO DE GREMIOS QUINTA DIA 27 AS 19H

ENCONTRO DE GRÊMIOS
DIA 27 DE AGOSTO
19H CONCENTRAÇÃO EM FRENTE À UNICENTRO
19:30H REUNIÃO NO DCE
PAUTA:FUNDAÇÃO DA UGES
União Guarapuavana dos Estudantes Secundaristas

MAIS INFORMAÕES ACESSE:
WWW.SECUNDAGORPA.BLOGSPOT.COM
secundagorpa@hotmail.com
(42) 84012328

Vem aí o CEEG/ Conferência Livre de Educação da UPES!

Postado no blog Acampamento da UPES

acesse vc também:

http://acampamentodaupes.blogspot.com/

Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009

Vem aí o CEEG/ Conferência Livre de Educação da UPES!
A galera já começa a preparar as mochilas para vir ao terreno se somar aos militantes que já se encontram acampados no terreno da Marechal Mallet, já há duas semanas. Já teve quem saiu do interior e chegou nos primeiros dias, quando ainda o sol raiava deslumbrante, como hoje (21/08), foi o caso da galera da UTES (Toledo), de Foz do Iguaçu, Guarapuava, Paranaguá, Cascavel... Curitiba também teve representantes de Grêmios Estudantis (como do Col. Est. Paulo Leminski, Col. Est. Loureiro Fernandes), e da UMESC (União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Curitiba), além da UMES de São José dos Pinhais, na pessoa do Presidente da entidade, e Vice-Presidente da UPES, Fábio Vieira Peixoto, e da rapaziada de Fazenda Rio Grande, que se fizeram presentes.Agora, a UPES convoca o Conselho Estadual de Entidades Gerais, com a data proposta para o dia 04 de Setembro, ainda faltando ser aprovada pela Dir. Executiva da entidade, o evento mobilizará lideranças de várias regiões do Paraná, e também fará parte do calendário de Conferências Livres de Educação, que tem suas resoluções sendo propositivas a CONAE (Conferência Nacional de Educação) que ocorrerá em Abril de 2010.Vamos lá, nos mobilizarmos para mais este importantes fórum da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas.UPESDa Rua Marechal Mallet, 250.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

FELIZ DIA DO ESTUDANTES

MAS NÓS ESTUDANTES DEVEMOS COMEMORAR NOSSO DIA???

Alguns podem dizer SIM

Realmente estudamos e merecemos ter um dia só nosso

Mas muitos respondem NÃO

E posso contar o Por Quê:

  • Não estamos tendo aulas por uma tentativa falha de prevenir-nos de um perigo que é inevitável pois continuamos circulando nas ruas, indo em cinemas e aglomerações diversas
  • Não somos bem representados pela suposta entidade municipal denominada CAEG;
  • O Passe livre foi esquecido e rejeitado pelo chefe do executivo municipal e muitos estudantes perdem o acesso as suas aulas;
  • E a nossa entidade de representação estadual, a UPES teve sua sede demolida em um ato escuso em plena madrugada e onde estudantes foram vítimas de violencia

Reflita e tire suas conclusões, um abraço

Dionathan

sábado, 8 de agosto de 2009

Matéria da Gazeta do Povo


Demolição da Upes acaba em tumulto
Segundo a Polícia Militar, duas pessoas ficaram feridas e outras duas foram levadas à delegaciaPublicado em 08/08/2009 Célio Yano

A sede da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (Upes), uma casa localizada na esquina das ruas Marechal Mallet e Manoel Eufrásio, no bairro Juvevê, em Curitiba, foi demolida na manhã de ontem, em meio a um protesto de membros da entidade que terminou em tumulto. Segundo a Polícia Militar (PM), duas pessoas ficaram feridas e dois homens tiveram de ser levados para a delegacia. As quatro pessoas prestaram depoimento no 4.º Distrito Policial, no bairro Boa Vista, e foram liberadas em seguida.
A confusão começou no início da manhã, quando dois representantes de uma empreiteira que afir­­mam ser proprietários do imóvel chegaram ao local com um oficial de Justiça para cumprir mandado de reintegração de posse. Os próprios estudantes admitem que o terreno, que pertencia à Upes, foi vendido em 1995, mas alegam que o negócio foi feito de forma irregular. Segundo Rafael Clabonde, presidente da Upes, uma antiga gestão do movimento aproveitou uma brecha nas normas da entidade e negociou o prédio de forma irregular. “Criaram um congresso fantasma no qual o estatuto da Upes foi al­­terado”, afirma. “Nossas regras não permitem a venda do imóvel, mas ele foi vendido pelo preço irrisório de R$ 7 mil na época”.
A entidade pede a posse da sede na Justiça por usucapião, já que ocupa o terreno desde 1950, segundo Clabonde. Em junho de 2008, uma tentativa de reintegração de posse terminou sem sucesso após negociação do proprietário com os estudantes.
Conflito
Clabonde conta que a Upes não chegou a ser informada da decisão judicial e que os estudantes só ficaram sabendo do que consideram a invasão do terreno porque vizinhos do imóvel os avisaram. “Chegaram aqui por volta das 5 horas da manhã, quando não tinha ninguém, com um caminhão e vários funcionários para retirar tudo.”
O impasse durou quase toda a manhã e terminou com a retirada de todos os móveis e objetos do prédio e com a destruição de parte das paredes do imóvel. Segundo o presidente da Upes, todo o material foi carregado no caminhão e seria levado até um depósito no bairro Hauer.
Para impedir a saída do caminhão, os militantes chegaram a se colocar na frente do veículo. Por volta das 11h45 a PM foi acionada por causa de um conflito que se iniciou entre as duas partes. Se­­gundo registro da sala de imprensa da PM, dois estudantes que teriam ficado feridos e os dois representantes da empreiteira foram encaminhados ao 4.º Distrito Policial, no bairro Boa Vista, para prestar depoimento. Todos foram liberados no início da tarde.
Um dos estudantes agredidos teve ferimentos no rosto. “Todos assinaram Termos Circunstan­­ciados que serão encaminhados para o Juizado Especial. No dia 25 de setembro será feita uma audiência do caso. Eles foram ouvidos aqui na delegacia e liberados. Nin­guém ficou preso”, explica o delegado Maurílio Alves, que não soube dizer qual o nome da empresa que fez a demolição da antiga sede da Upes.

Afronta para com a base da sociedade deste nosso país e ato de injustiça

Portal RPC

Demolição da sede da Upes termina na delegacia

Segundo a Polícia Militar, duas pessoas ficaram feridas e outras duas foram levadas à delegacia07/08/2009 13:40 Célio Yano atualizado em 07/08/2009 às 18:19

A sede da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (Upes), uma casa localizada na esquina das ruas Marechal Mallet e Manoel Eufrásio, no bairro Juvevê, em Curitiba, foi demolida na manhã desta sexta-feira (7), em meio a um protesto de membros da entidade que terminou em tumulto. Segundo a Polícia Militar (PM), duas pessoas ficaram feridas e dois homens tiveram de ser levados para a delegacia. As quatro pessoas prestaram depoimento no 4.º Distrito Policial, no bairro Boa Vista, e foram liberadas em seguida.
A confusão começou no início da manhã, quando dois representantes de uma empreiteira que afirmam ser proprietários do imóvel chegaram ao local com um oficial de Justiça para cumprir mandado de reintegração de posse. Os próprios estudantes admitem que o terreno, que pertencia à Upes, foi vendido em 1995, mas alegam que o negócio foi feito de forma irregular.
Segundo Rafael Clabonde, presidente da Upes, uma antiga gestão do movimento aproveitou uma brecha nas normas da entidade e negociou o prédio de forma irregular. “Criaram um congresso fantasma no qual o estatuto da Upes foi alterado”, afirma. “Nossas regras não permitem a venda do imóvel, mas ele foi comercializado pelo preço irrisório de R$ 7 mil na época”.
A entidade pede a posse da sede na Justiça por usucapião, já que ocupa o terreno desde 1950, segundo Clabonde. Em junho de 2008, uma tentativa de reintegração de posse terminou sem sucesso após negociação do proprietário com os estudantes.
Conflito
Ele conta que a Upes não chegou a ser informada da decisão judicial e que os estudantes só ficaram sabendo do que consideram a invasão do terreno porque vizinhos do imóvel os avisaram. “Chegaram aqui por volta das 5 horas da manhã, quando não tinha ninguém, com um caminhão e vários funcionários para retirar tudo”, afirma.
O impasse durou quase toda a manhã e terminou com a retirada de todos os móveis e objetos do prédio e com a destruição de parte das paredes do imóvel. Segundo o presidente da Upes, todo o material foi carregado no caminhão e seria levado até um depósito no bairro Hauer.
Para impedir a saída do caminhão, os militantes chegaram a se colocar na frente do veículo. Por volta das 11h45 a Polícia Militar (PM) foi acionada por conta de um conflito que se iniciou entre as duas partes. Segundo registro da sala de imprensa da PM, dois estudantes que teriam ficado feridos e os dois representantes da empreiteira foram encaminhados ao 4º Distrito Policial, no bairro Boa Vista, para prestar depoimento. Todos foram liberados no início da tarde.
Audiência
Um dos estudantes agredidos teve ferimentos no rosto. “Todos assinaram Termos Circunstanciados que serão encaminhados para o Juizado Especial. No dia 25 de setembro será feita uma audiência do caso. Eles foram ouvidos aqui na delegacia e liberados. Ninguém ficou preso”, explicou o delegado Maurílio Alves, que não soube dizer qual o nome da empresa que fez a demolição da antiga sede da Upes.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Atenção Galera

Aulas das escolas da rede estadual estão suspensas a partir desta tarde

A Secretaria de Estado de Educação do Paraná informa que as aulas das escolas da rede pública estadual estão suspensas a partir da tarde desta quinta-feira (30). A medida está sendo adotada como forma de prevenção à gripe A (H1N1). A secretária de Estado Yvelise Arco-Verde lembra que mesmo em casa, os estudantes devem continuar adotando as medidas recomendadas pela Secretaria de Estado da Educação para evitar a doença (Veja box abaixo). As aulas devem ser retomas no dia 10 de agosto. Mais informações a respeito serão divulgadas até o final da tarde.BOXPrevenção:

  • • Higienizar as mãos com água e sabonete após tossir ou espirrar, após usar o banheiro, antes das refeições e antes de tocar os olhos, boca e nariz;
  • • Evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies;
  • • Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis a cada uso) a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • • Não compartilhar talheres, copos, pratos, toalhas e outros objetos de uso pessoal;
  • • Evitar aglomerações e ambientes fechados (os ambientes devem ser mantidos ventilados);
  • • Cuidar da alimentação e aumentar a ingestão de líquidos.www.saude.pr.gov.br (SESA)

terça-feira, 28 de julho de 2009

ATENÇÃO ESTUDANTES

COMISSÃO PRÓ-UGES
União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas
I CONSELHO MUNICIPAL DE ENTIDADES DE BASE
“COMEB”de reestruturação da UGES
Edital de convocação
Fica pelo presente convocados todos os representantes de Grêmios Estudantis da cidade de Guarapuava, para o gozo dos seus direitos no COMEB da UGES – Conselho Municipal de Entidades de base da União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas – a se realizar no dia 1 de agosto de 2009, nas dependências do Colégio Estadual Francisco Carneiro Martins ,onde todos os grêmios representados deverão se participar no período das 14h às 18h.
Ordem do Dia:
Apresentação dos resultados da plenária de grêmios realizada no dia 30 de junho de 2009 e leitura da ata;
Aprovação do Estatuto da UGES
Convocação do CONUGES – Congresso da União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas;
Aprovação do regimento do CONUGES
Eleição da diretoria provisória (que conduzirá a entidade ate o congresso)
Conclusão dos trabalhos
PS: Para a indicação dos votantes no COMEB, cada Grêmio ou Comissão Pró-Grêmio(com no mínimo 5 estudantes) dos colégios onde ainda não existe, deverá realizar reunião com respectiva ata lavrada e a indicação de 3 (três) representantes para credenciá-los como 1 delegados com direito a voto no presente descrito e 2 suplentes. Os demais estudantes poderão participar como ouvintes. Será necessária a apresentação da cópia da ata e declaração de matricula.
Guarapuava, 30 de junho de 2009
____________________
Dionathan Luiz Ianuch
Presidente da Comissão Pró-UGES

terça-feira, 21 de julho de 2009

Edital de convocação do CMG

COMISSÃO PRÓ-UGES
I PLENÁRIA DE GRÊMIOS E ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE GUARAPUAVA
Edital de convocação
Fica pelo presente convocados todos os representantes de Grêmios Estudantis da cidade de Guarapuava, para o gozo dos seus direitos na CMG da UGES – Conselho Municipal de Grêmios da União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas – a se realizar no dia 1º de agosto de 2009, nas dependências do Colégio Estadual Francisco Carneiro Martins ,onde todos os grêmios representados deverão se credenciar no período das 14:30 h às 15 h e em seguida o seguinte
Ordem do Dia:
Credenciamento;
Apresentação dos resultados da plenária e leitura da ata;
Pré aprovação do Estatuto da UGES
Convocação do CONUGES – Congresso da União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas;
Deliberação do processo eleitoral
Conclusão dos trabalhos
PS: Para a indicação dos votantes no CMG, cada Grêmio ou Comissão Pró-Grêmio dos colégios onde ainda não existe, deverá realizar reunião com respectiva ata lavrada e a indicação de 3 (três) representantes para credenciá-los como Delegados com direito a voto no presente descrito. Os demais estudantes poderão participar como ouvintes. No ato do credenciamento será necessária a apresentação da cópia da ata e declaração de matricula dos votantes e a declaração de matricula para TODOS os ouvintes.
A previsão para o encerramento das atividades será em torno das 18 h do mesmo dia.
Guarapuava, 30 de junho de 2009
____________________
Dionathan Luiz Ianuch
Presidente da Comissão Pró-UGES

terça-feira, 7 de julho de 2009

Leia a Matéria Publicada na Tribuna Rede Sul de Noticias:

Estudantes lutam pela reativação da UGES
segunda-feira, 6 de julho de 2009

Guarapuava - Estudantes da rede estadual de ensino estão se mobilizando para reestruturar a União Guarapuavana dos Estudantes Secundaristas (UGES), extinta na ditadura militar. Para isso, o movimento chamado “A UGES somos nós, nossa força, a nossa voz” foi criado, e a comissão Pró-Uges organizou uma assembleia na última quarta-feira (1º), no Colégio Estadual Francisco Carneiro Martins, reunindo grêmios estudantis de Guarapuava.
“Queremos repassar a toda sociedade nossas aspirações e luta da nossa classe, que refletem direta ou indiretamente na nossa conjuntura municipal, estadual e nacional. Estamos lutando pelo passe livre estudantil e ficamos decepcionados ao ver o representante municipal, eleito por nós, cidadãos, não apoiar o crescimento pessoal de crianças e jovens. O prefeito desautorizou seu vice e voltou atrás de deliberações por ele tomadas, uma vergonha para uma cidade como a nossa, pólo educacional”, aponta o estudante Dionathan Luiz Ianuch, Diretor Regional da UPES e presidente da comissão Pró-Uges.
Segundo ele, os estudantes estão vendo a necessidade de sair para as ruas se manifestar, como fazia a antiga entidade. “Precisamos ter uma voz mais ativa, e como pelo passe livre estudantil, também temos que lutar em prol da condição política da cidade, construção de uma nova escola, formação de grêmios autônomos em todos os colégios”, diz.
No dia 1º de agosto uma nova reunião será feita com a participação do Conselho Municipal de Entidades de Base (COMEB), entidade que deve convocar a UGES.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Carta à sociedade guarapuavana da I Plenária de Grêmios e Estudantes Secundaristas de Guarapuava

Nós estudantes,hoje reunidos em assembleia temos o prazer de repassar à sociedade guarapuavana nossas inspirações, anseios,desejos e luta da nossa classe, que refletem direta ou indiretamente na nossa conjuntura municipal, estadual e nacional. Como muitos dizem somos futuro da nossa nação,mas muitos mais do que isso,somos o presente,e neste presente temos a consciência de que o incetivo a nossa educação deve ser muito maior. Num âmbito municipal, lutamos pelo Passe Livre Estudantil e ficamos decepcionados ao ver representante do executivo municipal, eleito por nós, cidadãos, não apoiando o crescimento pessoal de crianças e jovens, desautorizando o seu vice e voltando atras de deliberações por ele tomadas e exclamadas que não existe aproximação alguma com o legislativo .isso é uma vergonha para uma cidade tal qual a nossa que é um pólo educacional. Vemos contudo a necessidade de se ir para as ruas ,manifestar e fazer com que as pessoas nos reconheçam e saibam a que viemos, com atos e protestos como o Grito dos Excluídos o qual faremos parte gritando por nossos direitos, como um movimento social de verdade, que desde os primórdios é o Movimento Estudantil Secundarista. E para sintetizar tais atos vemos que é necessário a convocação do COMEB - Conselho Municipal de Entidades de Base - para este convocar o congresso da Entidade Municipal de Estudantes Secundaristas, para sintetizar,agregar e construir um plano de lutas e tomar para si os problemas de cada colégio e cada parcela da nossa população visando sempre as melhorias da educação rumo a um futuro próximo. Fundamos aqui o movimento chamado ''A UGES somos nós, nossa força a nossa voz'' que visará reconstruir a entidade extinguida na ditadura, esta é mais velha que a própria UPES. Juntando a comissão Pró-UGES e tornando uma corrente de reformulação política estudantil já bastante afetada pela conjuntura politica estudantil municipal. Antes de concluir,tomemos para nós as palavras de um líder que dizia mais ou menos assim: "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros '' Che Guevara. Não sejamos somente isso. Sejamos mais, sejamos camaradas! E sendo assim sociedade guarapuavana gritamos que queremos ter voz. Junte-se a nós você também pois A UGES somos nós ,nossa força e nossa voz!

COMISSÃO PRÓ-UGES
I PLENÁRIA DE GRÊMIOS E ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE GUARAPUAVA
Edital de convocação
Fica pelo presente convocados todos os representantes de Grêmios Estudantis da cidade de Guarapuava, para o gozo dos seus direitos na CMG da UGES – Conselho Municipal de Grêmios da União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas – a se realizar no dia 1º de agosto de 2009, nas dependências do Colégio Estadual Francisco Carneiro Martins ,onde todos os grêmios representados deverão se credenciar no período das 14:30 h às 15 h e em seguida o seguinte
Ordem do Dia:
Credenciamento;
Apresentação dos resultados da plenária e leitura da ata;
Pré aprovação do Estatuto da UGES
Convocação do CONUGES – Congresso da União Guarapuavana de Estudantes Secundaristas;
Deliberação do processo eleitoral
Conclusão dos trabalhos
PS: Para a indicação dos votantes no CMG, cada Grêmio ou Comissão Pró-Grêmio dos colégios onde ainda não existe, deverá realizar reunião com respectiva ata lavrada e a indicação de 3 (três) representantes para credenciá-los como Delegados com direito a voto no presente descrito. Os demais estudantes poderão participar como ouvintes. No ato do credenciamento será necessária a apresentação da cópia da ata e declaração de matricula dos votantes e a declaração de matricula para TODOS os ouvintes.
A previsão para o encerramento das atividades será em torno das 18 h do mesmo dia.
Guarapuava, 30 de junho de 2009
____________________
Dionathan Luiz Ianuch
Presidente da Comissão Pró-UGES

domingo, 28 de junho de 2009

PLENÁRIA DE GRÊMIOS

ESTUDANTES, GRÊMIOS ESTUDANTIS E LIDERES

ATENÇÃO

Terça-feira , dia 30 de junho de 2009 às 18h no Colegio Estadual Francisco Carneiro Martins

Estão todos convocados à essa importante renião convocada pela Comissão Pró-UGES que continua sua militancia rumo a uma nova forma de representação e luta pelos direitos estudantis.

Dos muitos temas da pauta destacamos o Passe Livre estudantil, reformulação dos gremios e a cnvocação do COMEB da Entidade municipal de estudantes secundaristas e o Grito dos excluídos 2009

Contamos com todos vocês

Hasta

domingo, 10 de maio de 2009

Homenagem ao Dia das Mães

Camaradas estudantes

Hoje não seriamos estudantes senão fossem elas, nossas mães.

Que nos deram abrigo, proteção, alento , carinho e atenção.

Que puxam a orelha.

Que nos querem bem e querem o nosso bem.

Puxam a orelha e lutam como feras por suas crias.

As primeiras professoras da nossa vida estudantil.

Que todas tenham um FELIZ DIA DAS MÃES

Grande Abraço

Comissão Pró-UGES

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Um mês e nove dias depois...

Atenção

Rede Sul de Notícias:
"Strechar indica vereadores para discutir passe livre
quarta-feira, 6 de maio de 2009
Guarapuava - O presidente da Câmara, Admir Strechar (PMDB) indicou os vereadores que comporão a comissão para discutir com o prefeito a implantação do passe livre para estudantes.
Admir, Eva Schran, Sadi Federle, Fernando Alberto dos Santos e Thiago Cordova se unirão aos líderes estudantis e outros indicados por entidades organizadas para conversar com o prefeito Fernando Ribas Carli sobre o assunto.
Strechar solicitou aos vereadores da bancada situacionista para que agendem a reunião com o prefeito."

Estudantes será que é assim que se faz o movimento? nós queremos seriedade e respeito à nossa classe.Quem deve agendar não é a bancada é a comissão que tem essa autonomia,e tem de ser composta por estudantes, trabalhadores e a sociedade, do contrário se tornará um jogo de interesses da oposição atacando o executivo. Não precisamos disso, precisamos do melhor para toda nossa cidade, para os pais e mães dessa terra.Precisamos do passe livre.

Dionathan luiz ianuch

terça-feira, 28 de abril de 2009

Carta ao Grêmio e aos estudantes do Colégio Estadual Mahatma Gandhi

Estudantes, nós, representantes da Comissão Pró-UGES e da UPES nos sentimos muito alegres pela recente manifestação do protagonismo estudantil e da democracia, que foi o processo eleitoral para a escolha desta chapa que hoje toma posse.

Ser um dirigente estudantil é de uma enorme responsabilidade num país como o nosso em que vivemos um periodo de mudanças no ensino através da CONAE que faz todos os movimentos sociais, estudantes, professores e escolas lutarem por melhorias na educaçãoo.

Nós enquanto Grêmio estudantil também devemos lutar pela melhoria na educaç o, esse é o primeiro ato de qualquer gestão, não podemos esquecer também de lutas que temos em nossa cidade, enumeramos as principais como o Passe Livre Estudantil e a Reestruturação de um órgão de representação municipal para nós secundaristas que é a UGES.
 
Com certeza teremos neste Grêmio e neste colégio apoio e respaldo para nossas lutas e também sugestões e ações para crescermos juntos e termos vez e voz na sociedade.

E sem mais deixamos as saudações e o desejo de um bom trabalho e que este seja o primeiro dos Grêmios que ser o formados em todos os colégios dessa cidade já que foi aqui que implantamos este processo de acompanhamento aos estudantes, façam um ótimo trabalho pois a maioria acreditou, mostrem que s o capazes porque s o.
 
Por fim deixo uma frase de um grande revolucionário que lutou e com base nele muitos Jovens e Estudantes tem como grande Líder e lutador, como este gremio empossado Hoje, Ernesto Guevara de La Sierra:

"Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."
 
 
 
Comissão Pró-UGES e
União Paranaense dos Estudantes Secundaristas - UPES

domingo, 12 de abril de 2009

Incentivo à cultura

Páscoa...
Por Alaíne Gomes,
estudante

É como o orvalho da manha,
Que depois de uma noite escura se renova em cada amanhecer,
É como a juventude que vê na união a força,
Que acredita que em cada novo amanhecer o sol mesmo sobre nuvens jamais deixara de brilhar.

Jovens renovem sempre suas forças como o orvalho da manha, que,
Depois das trevas da noite está lá vivo e forte.
Estudantes:
Nunca desistam de seus ideais

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Da Unidade Vai Nascer a Novidade

Galera

Na ultima terça feira dia 7 de abril realizamos uma assembléia com estudantes de diversos colégios de nossa cidade e continuamos com a idéia fixa de retomar-mos uma entidade histórca para a luta dos secundaristas que é a UGES, qu foi eclodida com a pressão da ditadura militar, pois sendo um órgão de verdadeira luta fazia diversos eventos que certamente incomodavam os repressores ditatoriais da época.

Deliberamos funções, fortalecemos nossa comissão e marcamos datas, falamos da falta de seriedade da Camara Municipal que não fez ainda um edital de verdade para compor a comissão do passe livre, querendo deixar nas mãos de poucos que podem não conseguir aquilo que nos é necessário, nosso direito constitucional (leia a Constituicão no seu artigo 205 e comprove).

Faço minhas as palavras de uma de nossas militantes:

"Hoje temos direito a uma escola gratuita, bem dita, gratuita, só que não temos na verdade, por que pagamos por ela, e muito caro, não temos o direito de chegar até ela gratuitamente."

E não só isso pois a educação não está só na escola mas fora dela também, assim como um Grêmio Estudantil que deve atuar dentro e fora dela em atos mas também em intercâmbio com os demais.

Faço ma ressalva onde o Grêmio do colégio Mahatma que terá suas eleições no dia 14, muita força para todos e luta para os eleitos e preperem-se a fundação do Grêmio do Rui Barbosa vem aí companheiros aguardem.

E antes de terminar compartilho com todos uma frase de um lutador

"Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." Che Guevara

Até a proxima companheiros em breve novidades, musicas, painel de grêmios e calendário de atividades. Abraço!!

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Grêmio Estudantil forte e atuante Já!!!

Já esta a toda na cidade a criação de grêmios estudantis e as eleições dos grêmios que já existem que crescem cada vez mais.

O Colégio Mahatma Gandhi já tinha grêmio provisório, em 17 de março ocorreu a assembléia geral e na proxima quarta feira dia 8 a nova diretoria será eleita.

É a festa da cidadania no colégio, estudantes que mostram sua voz e querem ter vez.

Com alegria também vemos o ânimo dos estudantes do colégio Rui Barbosa que no decorrer deste mês também fundará o seu grêmio e vai levantar o som!

O colégio Ana Vanda Bassara que já tem historia da luta do Grêmio Luis Carlos Morgado também fará a eleição em breve.

Colégio Amarilio é um grande marco para o movimento por que é um colegio pequeno em tamanho mas grande na vontade de crescer e aprender, também haverá um grêmio por lá.

E assim essa rede crescerá, todos os colegios de Guarapuava terão Grêmio.

Seremos bem representados e teremos cada vez mais voz e vez na sociedade!

Grêmio Estudantil forte e atuante Já!!!

sábado, 28 de março de 2009

sexta-feira, 27 de março de 2009

HOJE É O DIA GUARAPUAVA!!!!!!

GALERA:

Hoje é o grande dia, estudantes, trabalhadores, sociedade, entidades e movimentos sociais participarão da Audiência Publica do Passe Livre

É um marco na historia da nossa cidade, que ainda é extremamente conservadora.

Uma conquista dos estudantes

Precisamos do seu apoio e participação

Estaremos reunidos desde as 16 h na frente da Câmara

Preparados para o que vier

Confiantes

Somos lutadores

e como disse o revolucionário Ernesto Che Guevara

"Se o presente é de luta, o Futuro nos pertence"

Lutamos hoje para que nós, os filhos do proletariado, os nossos filhos e as gerações que virão usufruam desse direito que já é uma realidade em Maringá, Florianopolis, Rio de Janeiro e entre outras cidades que lutaram e ainda lutam por seus direitos.

Parabenizamos todos os estudantes que estão organizando e mobilizando o evento, são eles da UJS, Upes e da Comissão pró-UGES(uma entidade de real luta pelos estudantes de Guarapava, que é mais velha que a própria Upes e será um órgão de luta)e o DCE da Unicentro.

Participe você também, faça a diferença

É hoje as 17h na Câmara de vereadores

Parebenizamos também os estudantes de Ponta Grossa, que hoje foram às ruas contra o aumento das tarifas.

SE VOCÊ QUER MUDAR O BRASIL, NÃO FIQUE SÓ NA VONTADE, VENHA COM A GENTE!

sexta-feira, 20 de março de 2009

NÃO AO AUMENTO DAS TARIFAS!!!Digam não à perola 2,20 eu não pago!

ATENÇÃO ESTUDANTES TRABALHADORES E SOCIEDADE EM GERAL

A partir de 23 de março a tarifa do Transporte coletivo em guarapuava será de R$2,20

Um absurdo


Nossa cidade eh menor que a capital e tem tarifa proporcionalmente desigual

É o monopólio

Cadê a LICITAÇÃO DO TRANSPORTE PUBLICO???

o PASSE LIVRE ESTUDANTIL

esse não é o motivo pois a audiencia será só na sexta

Ou eles tem medo de perder???

O Movimento Passe livre jah é forte e não se intimida e você trabalhador tb não deve

Devemos Lutar

É um absurdo


ATENÇÃO GRÊMIOS ESTUDANTIS ESTUDANTES E DIRETORES DE COLÉGIOS

O Grêmio estudantil é a representação dos estudantes dentro e fora da Escola.

Uma entidade de base comprometida com a melhoria da educação e a valorização do estudante.

Que luta pela sua classe.

Busca formação e informação, interage e tem vontade de Mudar o Brasil.

Desse mesmo modo acontece perante a UPES e a UBES, que lutam pela formação e pela atuação dessas entidades.

Aqui em Guarapuava o Primeiro Grêmio em processo de formação está o do Colegio Mahatma Gandhi onde realizamos na manhã do dia 18 e na noite do dia 19 a Assembleia geral com os estudantes e demos o pontapé inicial para retomarmos o trabalho que a entidade já tinha desde a criação do grêmio em meados de Outubro do ano passado.

Um colégio com problemas como qualquer outro mas onde os estudantes são interessados e de luta, até revolucionarios.

Esse é apenas o Primeiro dos 26 grêmios estudantis fortes e atuantes que teremos em nossa cidade.

E não esqueçam:

Assembléia Publica pelo Passe Livre Estudantil

Dia 27 de março

As 17h

CHEGA DO MONOPÓLIO DA PÉROLA

VAMOS TODOS LUTAR!!!

domingo, 15 de março de 2009

Passe livre jah!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Passe livre jah!!


Estudante:


Participe de audiência pública pelo Passe Livre Estudantil


Será na Câmara Municipal de Guarapuava


Dia 27 de Março as 17:00 h


A sua Participação é muito importante
Contamos com sua presença!


"Se os estudantes são de luta, o Passe livre nos pertence"


acesse:
www.secundagorpa.blogspot.com
www.passelivrejah.blogspot.com
Sugestões e informações:
email:secundagorpa@hotmail.com

sábado, 7 de março de 2009

"Nós devemos ser os Caras pintadas do seculo XXI" Dionathan Luiz Ianuch - Diretor da UPES

ANÔNIMO DISSE:
"Nós somos os caras pintadas do sec. XXI..." Frase dita por Dionathan L. Ianuch na reunião, eu concordo completamente... pois se nós não lutarmos pelos nossos direitos quem lutará?
Precisamos do passe livre estudantil... Que beneficiara todos os estudantes, e principalmente os que não tem dinheiro para pagar a sua passagem de ônibus...
É uma vergonha, jovens que não podem estudar no centro e não conseguem vagas nos colégios do seu bairro, pois estão super lotados...
Temos que lutar...Vamos em frente...Nunca desistiremos dos nossos sonhos...
Vamos exercer nosso dever como cara pintada... Vamos derrubar o monopólio da Perola do Oeste!

Participe da Audiencia Publica Pelo Passe Livre Estudantil, dia 27 de Março as 17 h na Camara Municipal de Vereadores!

Passe Livre Jah!!!!

quinta-feira, 5 de março de 2009

Reunião com Estudantes secundaristas de Guarapuava dia 06 de março

ATENÇÃO ESTUDANTES, REUNIÃO NESTA SEXTA DIA 06 DE MARÇO NO DCE DA UNICENTRO AS 19H, PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM!!!

Abordaremos assuntos como a audiência pública do passe livre,UPES, CAEG e grêmios estudantis.

Sua presença é fundamental!

Participe, SEXTA DIA 06 DE MARÇO AS 19 H Local: DCE unicentro

esperamos você lá

"se o presente é de luta, o futuro nos pertence" Che Guevara

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Dizem que no Brasil o ano começa só depois do Carnaval, mas para nós Secundaristas já começou faz é tempo!

Nós podiamos desejar um "feliz ano novo", mas como para nós o ano já começou e nem tudo são flores na política guarapuavana, apenas dizemos que a quarta feira de cinzas para nós não é o primeiro dia do ano mas é mais um dia em nossa luta incansável para termos voz e que nossos direitos sejam cumpridos.

É uma pena que a democracia não seja real, que pessoas não querem o bem comum e que principalmente nossos representantes também não.

Quando pensamos em cinzas, nos lembramos de Fenix, a ave que ressurge das cinzas.O movimento Estudantil de Guarapuava já renasceu delas faz tempo, e agora mostra cada vez mais a sua luta, mesmo que essa seja reprimida e não divulgada.

Repetimos:

Queremos ter Voz

Queremos ter vez

Queremos o passe livre estudantil

Queremos nossos direitos

E vamos conseguir!

Acesse também:



e entre em contato conosco

secundagorpa@hotmail.com

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Carta Aberta aos Trabalhadores e Usuários do Transporte Coletivo de Guarapuava

1- Levando em consideração as distâncias de Guarapuava em relação a São Paulo, Curitiba ou Ponta Grossa, por exemplo, os usuários guarapuavanos pagam a tarifa do transporte mais cara do país;
2- Há gorduras suficientes no preço da tarifa em Guarapuava que poderiam ser convertidas no passe livre ou na redução do valor da passagem do ônibus, que beneficiaria todos os pais dos estudantes e os próprios;
3- É mentira que a gratuidade no transporte aos estudantes elevaria o preço da tarifa para os demais usuários, haja vista que no Rio de Janeiro e em Campo Grande (MS), ou regionalmente, as cidades de Maringa e Paranavaí que têm 100% da passagem gratuita e essa política não elevou o custo aos trabalhadores e aos usuários. Nem por isso essas cidades quebraram;
4- A prefeitura de Guarapuava também poderia reverter as multas eletrônicas (radares), as do “Estar” (estacionamento) e as de infrações no trânsito corriqueiras e o dinheiro arrecadado com a conseção da parte traseira dos ônibus para propaganda ( Busdoor ) no financiamento do passe livre. Afinal, a Secretaria de Habitação e Urbanismo ( Secretaria responsável pelo sistema de transporte) precisa ter mais transparência em seus trabalhos (que haja a participação do Prefeito nas Audiências Públicas) e a sociedade possa controlar mais o seu funcionamento;
5- O passe livre é forma mais eficaz de garantir o acesso da juventude aos bancos escolares, evitando a evasão e estimulando a inclusão social por meio da educação;
6- É fundamental que a sociedade civil organizada articule-se numa associação de usuários com os claros objetivos de realizar o controle social da tarifa e implementar o passe livre universalizado a todos os estudantes guarapuavanos. Neste sentido, propomos a realização de uma ampla audiência pública na Câmara de Vereadores com a participação da OAB, prefeitura, usuários, Direitos Humanos, trabalhadores, Ministério Público, CNBB, dentre outras entidades e órgãos representativos;
7- Além de proporcionalmente uma das tarifas mais caras do país, o sistema de transporte coletivo de Guarapuava está saturado e não atende mais as necessidades dos usuários. Há excessos de filas, demora dos ônibus e lentidão das linhas. Nos horários de pico, na ida ao trabalho e na volta à casa, o usuário precisa travar uma verdadeira guerra nos terminais para poderem entrar nos coletivos;
8- Uma das formas para o barateamento da passagem seria o fim do monopólio no transporte coletivo. A abertura para outras empresas geraria disputa de preços para conquistar mais clientes e quem ganha com isso é o usuário.
9- Por fim, apelamos ao senhor prefeito Luiz Fernando Ribas Carli para que tome a iniciativa do diálogo com os movimentos da sociedade; que adote uma atitude construtiva no sentido de encontrar uma solução para esta justa e histórica reivindicação dos estudantes e dos usuários do sistema de transporte coletivo de Guarapuava.

Guarapuava, 10 de fevereiro de 2009.UNE, UPE, UBES, UPES, DCE/ UNICENTRO e Grêmios Estudantis.

Essa é a prova material



Dr Massaro, representante do excelentissimo sr Prefeito Municipal recebendo nossa carta de intencões da Juventude de Guarapuava

Ano novo mas problemas antigos

Olá guarapuava
Olá estudantes
Olá cidadãos

Nós secundaristas de guarapuava continuamos nossa caminhada rumo a vitória do movimento, agora com muito mais apoio e com a certeza de que Guarapuava terá o Passe Livre Estudantil, porque continuamos com a certeza de que esse é um direito nosso.
Reunidos no dia 10 de fevereiro de 2009 na Câmara Municipal de Vereadores em companhia do DCE da Unicentro, UPES e UPE,e diversos movimentos da cidade de Guarapuava realizamos o ato público que marca o desejo ds estudantes em ter o nosso direito que já é realidade em cidades como Rio de Janeiro-RJ,Cuiabá-MT, Laguna, todo o estado do Amapá, Cotia-SP, Maringá-PR e dentre outras.Em breve Guarapuava será mais uma delas!
Para tanto precisamos do seu apoio, estudante, trabalhador, mãe e pai de familia, quem usa e depende do transporte coletivo.Queremos qualidade, queremos tarifas baixas, queremos respeito e o passe livre, defenderemos isso junto com vocês na audiência pública que será no mês seguinte acompanhe mais notícias através desse canal e também no site: http://passelivrejah.blogspot.com/
Contamos com você.


ESTUDANTES SECUNDARISTAS DE GUARAPUAVA